Câmara Municipal de Sumé volta a exigir máscaras entre servidores e vereadores

A Mesa diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Sumé, no uso de suas atribuições resolve tornar obrigatório para fins de prevenção à infecção e a propagação da COVID-19, o acesso as dependências do poder legislativo o USO de máscara como forma de proteção contra o coronavírus.

De acordo com o presidente do Legislativo, Antônio Carlos, a medida adotada é decorrente do aumento de casos da doença no Brasil, e é fundamental para evitar a disseminação do vírus. “A nossa preocupação é com todas as pessoas que frequentam a Câmara, os vereadores, servidores, visitantes e o público em geral”, disse o presidente.

Ascom/Câmara