Em Roma para se encontrar com Papa Francisco, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou as primeiras horas na cidade para discutir com políticos da esquerda italiana a situação do Brasil sob o governo de Jair Bolsonaro.

Acompanhado de seu ex-ministro Celso Amorim, que comandou o Itamaraty nos seus oito anos de governo (2003-10), e de alguns poucos assessores, Lula desembarcou na manhã desta quarta-feira em um voo comercial. Ele e sua pequena comitiva estão hospedados num hotel a dois quilômetros do Vaticano.

— Vim para ouvir — disse o ex-presidente sobre o encontro com Francisco. Será a primeira vez que o brasileiro e o argentino estarão juntos.

Notícias em Destaque

Fonte: Jornal O Globo